Londrina libera vacinação contra Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos - TV Tudo
Início » Londrina libera vacinação contra Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos

Londrina libera vacinação contra Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos

Será realizada uma grande ação para dar início à vacinação dos pequenos, neste sábado (23), na UBS do Ouro Branco, que contará diversas atividades lúdicas; agendamento já está liberando no site da Prefeitura

por TV Tudo

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), liberou o agendamento para vacinação das crianças de 3 e 4 anos contra a covid-19. A medida foi possível devido à Nota Técnica 213/2022, do Ministério da Saúde (MS), divulgada terça-feira (19), recomendando a ampliação da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, para crianças com esta faixa etária, após a aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O início da vacinação das crianças de 3 e 4 anos acontecerá em uma grande ação neste sábado (23), na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Ouro Branco (Rua Flor dos Alpes, 570), das 8h às 14h. Caso a SMS constate necessidade, o horário poderá ser ampliado para até 19h. Devido à faixa etária dos pequenos, a UBS do Ouro Branco contará com diversas atividades lúdicas, neste dia, como brincadeiras, personagens de desenho animado e enfeites, a fim de trazer ludicidade e acolhimento para as crianças.

Foto: Vivian Honorato

Para receber a dose no sábado (23), é necessário fazer o agendamento do horário no portal da Prefeitura, aqui. Cerca de 700 crianças de 3 e 4 anos foram cadastradas, em Londrina, para receber a vacina, as quais estão aptas a fazer o agendamento. Ao todo, a estimativa da SMS é que haja cerca de 12 mil crianças nesta faixa etária. “Temos um número baixo de crianças cadastradas, deste universo de 12 mil, mas esperamos, com o início da vacinação neste sábado, gradativamente aumentar a cobertura vacinal das crianças”, apontou o secretário da pasta, Felippe Machado, durante entrevista coletiva realizada na manhã de hoje (20).

De acordo com o secretário, a expectativa é que a estrutura montada para receber as crianças na UBS chame a atenção delas e de seus pais, para que todas as 700 cadastradas, aproximadamente, sejam vacinadas. “Temos estrutura para vacinar todas as 700 crianças cadastradas neste sábado. Após esta ação, a vacinação será descentralizada para todas as UBSs, a partir da próxima semana”, adiantou Machado.

Além da vacinação das crianças, durante a ação deste sábado, na UBS do Ouro Branco, os pais que levarem os filhos para se vacinarem, poderão aproveitar a oportunidade para fazer o seu complemento vacinal contra a covid-19 sem precisar agendar.

O secretário enfatizou, ainda, que as crianças de 3 e 4 anos representam o maior público da educação infantil municipal, por isso a importância da vacinação. “Já conversei com a secretária de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, para que tão logo as aulas retornem, após o recesso de julho, façamos uma ação em conjunto, de divulgação e conscientização sobre a vacina, para os pais”, contou.

Foto: Vivian Honorato

De acordo com a Nota Técnica do MS, a posologia recomendada, para esta faixa etária, é de duas doses com intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda. A nota menciona que, para operacionalização da vacinação das crianças, a recomendação é que a vacina CoronaVac seja destinada inicialmente somente para crianças entre 3 e 4 anos de idade, e que as crianças a partir de 5 anos de idade devem ser vacinadas com a vacina Pfizer, nos esquemas já recomendados.

A avaliação para ampliação do uso da vacina CoronaVac para imunização de crianças a partir de 3 anos de idade, além da avaliação pela equipe técnica da Anvisa, contou com a colaboração de representantes das seguintes sociedades médicas: Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tissiologia (SBPT) e Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

 

 

Via: Assessoria PML

Relacionado